O ano letivo já acabou…começaram as férias!!!!


Que altura boa para as crianças brincarem!!
Consegue lembrar-se de como eram as suas brincadeiras durante as férias? O que fazia?

Antigamente as crianças não tinham tantos brinquedos como as de hoje e por isso, tinham que usar mais a criatividade para criá-los. Tinham o jogo do Elástico, jogavam com os berlindes, à Cabra Cega, ao Mata, ao Jogo do Lenço!! Tantas brincadeiras que faziam durante as férias.

Antigamente as crianças brincavam muito no chão, iam para os parques infantis, para os jardins e no que diz respeito ao desenvolvimento sensório-motor, as competências que são desenvolvidas durante as brincadeiras que envolvam o correr, o rolar no chão, manusear diferentes brinquedos, mexer em diferentes texturas (areia, espuma, tintas), tropeçar, cair no chão e levantar, andar de baloiço, de escorrega, saltar num trampolim são imensas!!!

E são fundamentais, porque quando as crianças vivenciam brincadeiras em que lhes é permitido explorar os espaços e os materiais ou equipamentos com o seu corpo desenvolvem a noção de esquema corporal, lateralidade, discriminação esquerda/direita, questões específicas ao nível da perceção visual, equilíbrio, coordenação, destreza, etc.

Para além de tudo isto, durante o BRINCAR, também são desenvolvidas competências que se tornam indispensáveis no desenvolvimento de uma criança e que só são possíveis durante brincadeiras que também envolvam outras crianças.

A interação entre as crianças, desenvolve competências ao nível da comunicação e do comportamento, permitindo que estas apresentem comportamentos adaptativos perante diversas situações (adequar o comportamento e comunicação a diferentes interlocutores), assim como desenvolver competências ao nível de situações de frustração, que permite à criança aumentar o leque de estratégias para resolver essas situações. Tornam-se crianças mais tolerantes, mais adaptáveis a diferentes situações, mais competentes no que diz respeito à comunicação. Tudo isto são características importantes para serem jovens e adultos mais assertivos.

Hoje em dia as brincadeiras infantis mudaram muito em relação ao passado. As crianças de hoje divertem-se com computadores e jogos, sentados no sofá, dentro das suas casas. A internet também permite que tenham acesso a alguma informação, diminuindo a necessidade das crianças para procurar, conhecer e explorar outras coisas.

É óbvio que as brincadeiras com os computadores não devem ser retiradas, mas é necessário que os pais estejam atentos, estabelecendo regras na utilização dos mesmos (local onde está o computador, distância que a criança mantem do mesmo, a postura da criança, etc) e horários de utilização para que haja um equilíbrio entre esta e as restantes brincadeiras que a criança pode e deve envolver-se e participar.

É importante não esquecer de que as crianças precisam de brincar, precisam de brincadeiras ao ar livre, precisam de ser crianças.

O BRINCAR é fundamental para o desenvolvimento das crianças.
Vamos BRINCAR?

Leave a Comment